O Mundo dos Mais-de-Um

Vai um leitinho aí?

Então, você quer morar sozinho… Ótimo. É um mercado crescente. Embora eu tenha achado num blog desconhecido (por mim), este pedaço de texto estava em alguma edição da Isto É:

Cada vez mais homens e mulheres moram sozinhos. Na Inglaterra, o índice de domicílios habitados por uma única pessoa é de 30%. Nos Estados Unidos, alcança os 25% – em Nova York, a meca dos solteiros, mais da metade da população (50,6%) vive só. No Brasil, o número de indivíduos que moram sem companhia também aumenta a cada ano. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2008, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 11,6% dos brasileiros não dividem o teto com ninguém. Há dez anos, esse índice era de 8,4%.

(Fonte: http://integras.blogspot.com/2009/10/cresce-numero-de-pessoas-que-vivem-sos.html)

Adoro fazer parte da minoria =D Sempre foi assim. Mas, I digress… voltando ao assunto, se você não se sente facilmente só e abandonado – se você consegue se divertir em casa sozinho -, morar sozinho é muito bom. Claro, tudo tem problemas. É como um caderno novo: no início do ano, você não tem nem coragem de arrancar uma folha; no final do ano, tá cheio de adesivos, assinaturas dos amigos na capa, e só tem umas 10 folhas sobrando – nenhuma em branco (btw, se por acaso seu caderno apresenta pelo menos duas dessas três características já na primeira semana, NÃO recomendo que você vá morar sozinho!).

Mas o que eu realmente queria falar nesse post não é isso. Mas, como os dados acima informam, o mundo ainda é dos que não vivem só. E não somente por um fator de maioria simples; mas também por uma questão de pães-de-fôrma, cream cheese, pizzas, lasagnas, etc, etc: são quantidades muito grandes para uma pessoa [normal] que trabalha e/ou estuda o dia todo. O mercado não é voltado para os solteiros. Ou coma muito, e coma rápido, ou jogue metade no lixo.

Além disso, pensemos em energia elétrica. O que fica 24hs por dia ligado (em stand-by ou não) na sua casa? Geladeira? Adega de Vinhos? Aparelho de Som? TV? E a noite? Ar Condicionado? Computador? Bom, na minha casa, as mesmas coisas ficam ligadas. Com exceção de uma coisinha ou outra, o gasto de energia “passivo” vai dar a mesma coisa. Internet, TV a Cabo, Faxina, Condomínio e/ou Aluguel. Tudo dividido por um, ao invés de por dois ou mais…

Mas essa é a vida que escolhemos, certo?! Certo! A gente sofremu, mas a gente se divertimu! Eu não sei vocês, mas o meu apartamento tá bombando o som já as 7hs da manhã, quando eu pulo da cama gritando “YOU’RE NOT THE ONE, BUT YOU’RE THE ONLY ONE WHO CAN MAKE ME FEEL LIKE THIS!”

Auf Widersehen! =D

P.S: Esse cara da foto não sou eu, OK?! Eu acho que os direitos autorais da foto são dele… sei lá =D